• 12 de agosto de 2022

Manifestação pede justiça por Daniela Granemann

Um grande número de pessoas, principalmente mulheres, tomou as ruas de Videira no início da tarde de ontem. A manifestação, organizada pelas redes sociais, pedia justiça para Daniela Granemann, vítima de um crime brutal praticado pelo companheiro na terça-feira de manhã.

Com roupas pretas, faixas e cartazes, os participantes da manifestação saíram da rua Saul Brandalise, passando em frente a loja Pittol onde Daniela trabalhava e seguiram até a sede da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, a DPCAMI.

O crime segue repercutindo muito, e diversas pessoas têm se manifestado em forma de luto e revolta por conta da violência do assassinato, e pedindo justiça. O homem acusado do crime, cujo nome não foi divulgado pela polícia, está preso desde quarta-feira.

Esse foi mais um crime que engrossa a cada dia os números de feminicídios. Em Santa Catarina, foram 29 mulheres assassinadas pelos companheiros ou ex-companheiros no primeiro semestre de 2022. Um crescimento de mais de 40% em relação ao mesmo período do ano passado.

A repórter Cris Menegazzo acompanhou a manifestação e conversou com diversos participantes.

*Matéria completa no link abaixo

Fonte: Rádio Videira

Fique ligado nos conteúdos!

Receba atualizações, dicas, artigos e conteúdos especiais com prioridade!

Anuncie sua Empresa

Contrate uma assinatura e publique um selo para anúncio*