• 20 de abril de 2021

Sistema elétrico de Videira e região vai receber R$ 93 milhões em investimentos

Em reunião com os empresários da ACIAV, o presidente da Celesc apresentou as obras previstas

Dando continuidade às reuniões com empresários de todo o Estado, o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, o diretor de Distribuição, Sandro Levandoski, a Gerente do Núcleo Meio Oeste, Silvia Pozzobom, e técnicos da Celesc participaram de reunião virtual com a diretoria da Associação Empresarial de Videira (ACIAV) e seus associados, na última quinta-feira, 15 de abril. Na ocasião, o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, apresentou os investimentos em andamento e previstos para 2021 nos municípios daquela região. Segundo Cleicio, as obras no sistema elétrico atendem às solicitações feitas pela entidade representativa. “Sempre com foco na qualidade de atendimento ao consumidor, temos sempre mantido o  diálogo com o setor comercial e industrial. Buscamos evoluir, a cada dia, com uma gestão técnica, extremamente capacitada e conhecedora dos desafios que temos ​em cada região ​do estado e de acordo com suas peculiaridades, contando diuturnamente com  o excelente trabalho de nossos empregados”, disse o presidente. 

Durante a reunião, o presidente apresentou as novas obras de melhorias do sistema elétrico que vão impactar positivamente as comunidades dos municípios de Joaçaba e Videira. Os recursos somam R$ 93 milhões na construção de novas linhas e em subestações, na instalação de novos alimentadores, na ampliação do Programa Celesc Rural, além de obras de média e baixa tensão e de manutenção da rede.  

Entre as melhorias está prevista a energização da nova linha de distribuição Videira-Fraiburgo, com de 69 kV de potência para atender mais de 23 mil unidades consumidoras da região. Somente nesta obra serão investidos R$ 22,5 milhões. Também estão previstas a  construção de uma subestação em Treze Tílias (com conclusão para 2022) e da Subestação Fraiburgo II, além de reformas nas subestações Videira e Fraiburgo.  

​O presidente trouxe também a informação da aquisição de um terreno em Treze Tílias, pleito de mais de duas décadas dos empresários. “Agora estaremos em busca do licenciamento ambiental para uma nova subestação e linha de 138 kV, para posterior licitação da obra, que deve ficar pronta, se tudo ocorrer bem, final de 2022”, afirmou Cleicio.

Principais obras e seus investimentos  

​Na reunião com a ACIAV, Cleicio destacou a construção da LD Videira-Fraiburgo: a linha possui 25 km de extensão e 166 estruturas, entre postes e torres. A expansão do projeto ligará a rede da LD à Subestação Fraiburgo II, que terá 26 MVA de potência, com a possibilidade de expansão da capacidade instalada até 80 MVA. 

A obra será construída pela Celesc como um reforço no fornecimento de energia para os moradores do município que dá nome à subestação. “Com a construção desta linha, os consumidores irão dispor de mais qualidade, confiabilidade e segurança no fornecimento de energia. O impacto também será positivo nos indicadores de duração e de frequência (DEC e FEC) no fornecimento de energia na Região Oeste”, contou a gerente do Núcleo Meio Oeste, Silvia Hafner Pozzobom. 

O investimento destinado à construção da Subestação Fraiburgo II será de R$ 9,7 milhões. Já a energização do segundo trecho da linha de transmissão tem um orçamento de R$ 14 milhões, sendo R$ 8,9 milhões para a primeira etapa e R$ 5,1 milhões para a segunda. 

​O diretor de distribuição, Sandro Levandoski, informou que a recuperação da linha de transmissão Videira-Tangará também está ocorrendo, com o contrato assinado com uma empreiteira vencedora do certame.

Cabe destacar mais três obras importantes para o município de Videira: a primeira, com investimentos de R$ 1,2 milhões, vai revitalizar toda a rede de energia do Centro da cidade. Para a obra nos bairros Floresta, Cibrazen, SESI, Santa Gema e parte do interior foram destinados R$ 1,3 milhões em recursos. Ela consistiu na troca dos cabos da rede de energia elétrica da região. Na saída da Subestação Videira, foram trocados os cabos, deixando o sistema elétrico da região mais robusto. A obra teve investimentos de R$ 1,5 milhão.

Chamadas Públicas  

O presidente da Celesc destacou, ainda, as chamadas públicas da companhia focadas em Projetos de Eficiência Energética e em projetos sociais, esportivos e culturais que auxiliam a comunidade, empresas, instituições e entidades que compõem as cidades do Núcleo Meio Oeste. Em 2020, projetos sociais, esportivos e culturais da região foram contemplados com mais de R$ 235 mil em recursos destinados a iniciativas que fomentam a transformação social, como a Mostra Itinerante Circuito FAM de Cinema; o projeto Livros, Versos e Palavras, de incentivo à leitura de crianças e jovens do Alto Vale do Rio do Peixe; e o projeto voltado ao atletismo para crianças e adolescentes de Caçador. 

Outros R$ 7,8 milhões em recursos foram destinados aos projetos que promovem a eficiência energética na região, a exemplo do Hospital + Eficiente, que vai levar energia por meio da instalação de uma usina fotovoltaica a instituições de saúde de Joaçaba.  O Bônus Eficiente, que consiste em oferecer um desconto de 50% para os consumidores de Fraiburgo, Videira e Caçador, pretende substituir eletrodomésticos antigos por novos e com o Selo Procel de economia de energia, mediante doação de R$ 50,00 destinados a instituições filantrópicas. Além do projeto Energia do Bem para eletrodependentes, que vai contemplar consumidores de Videira e Joaçaba, cadastrados beneficiários da Tarifa Social e que dependam de equipamentos hospitalares, com a instalação de kit gerador fotovoltaico e a substituição de lâmpadas antigas por de LED. 

Fonte: Comunicação Celesc