• 23 de abril de 2021

Sistema da Amarp de processo digital de obras e projetos é implementado em Fraiburgo

A Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp), que é uma das pioneiras nos sistemas de projetos para análise em obras e construções dos municípios que compõe a entidade.

O atual sistema, Projetos Web utilizado pela Amarp, foi desenvolvido pelo setor de T.I e Engenharia da entidade, trazendo agilidade ao processo como um todo, tendo casos que o projeto é acessado digitalmente e aprovado no mesmo dia, sendo que, somente após a aprovação final, a prefeitura terá a impressão do projeto para fins de atos legais e administrativos, quanto a liberação de recursos e financiamentos.

Pensando nessa linha a Prefeitura de Fraiburgo realizou um Termo de Cooperação Técnica que permitirá que o município possa usufruir desses serviços, auxiliando nos trabalhos de engenharia no dia a dia da administração municipal.

Na última quinta-feira (22), uma reunião no auditório da Prefeitura de Fraiburgo, teve o intuito de apresentar o sistema aos funcionários, bem como convidados que puderam também acompanhar o encontro de forma virtual. A apresentação foi ministrada pelo engenheiro civil da Amarp, André de Oliveira que explicou o passo a passo do sistema e tirou as duvidas dos participantes da reunião.

O Secretário Executivo da entidade, Clóvis Biscaro participou da apresentação representando o presidente da entidade, prefeito de Lebon Régis, Douglas Mello, bem como os demais prefeitos da associação.

Saiba Mais:

É importante salientar que a Amarp é uma das associações que há muito tempo vem trabalhando com esse sistema, deixando o trabalho muito mais rápido, prático e econômico tanto para os técnicos das prefeituras, como para os técnicos da entidade como um todo.

O sistema disponibilizado para as prefeituras, vai desde o protocolo de novas obras e construções, sendo elas, de todos os modelos e portes, além de retificações e unificações. Atualmente é obrigatório que os projetos de edificações, unificações, e retificações de área sejam protocolados e analisados via sistema, totalmente em plataforma digital, não em papel como acontecia antigamente.

A Amarp sempre esteve preocupada com a inovação, buscando sempre colocar a disposição dos municípios, plataformas digitais que possibilitassem mais celeridade aos processos, bem como focado no meio social e ambiental, desperdiçando o mínimo possível de papel, auxiliando o meio-ambiente e a sociedade como um todo.

Fonte: AMARP