• 18 de maio de 2021

Santa Catarina é referência em inovação no HubGov Rondônia

A Rede Catarinense de Centros de Inovação, ambientes criados ou apoiados pelo Governo de Santa Catarina para dar suporte ao empreendedorismo inovador, é referência no HubGov Rondônia, no painel “Como o ecossistema de inovação auxilia a retomada do crescimento econômico”. O modelo pioneiro no país foi apresentado, nesta terça-feira, 18, pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, por vídeoconferência.

Os centros de inovação fortalecem o ecossistema de empreendedorismo em cada região, reforçando a vocação inovadora de Santa Catarina. “Os centros geram oportunidades, qualidade de vida e transformam as cidades. Deles poderão sair grandes soluções, não só para o Estado, mas para o Brasil e para o mundo. Dessa forma estamos investindo no preparo para o futuro e para o desenvolvimento que Santa Catarina pode alcançar”, pontuou o governador Carlos Moisés.

O secretário Buligon destacou que o Estado conta com nove Centros de Inovação espalhados em regiões estratégicas do Estado que promovem uma cultura de inovação e servem de exemplo para outros estados e até outros países.

“Podemos ver a capitalização deste trabalho com ‘cases’ em municípios que já começam a consolidar seus próprios Centros, todos com o apoio do Estado. Nossa missão, enquanto Governo de Estado, é justamente ser o grande incentivador e o protagonista da inovação em todas as regiões e assim fortalecer este processo que promove novas ideias, negócios, capacitação e oportunidades”, explicou Buligon.

A experiência HubGov, promovido pela WeGov, é projetada para formação de agentes de inovações, que despertam uma visão de futuro e se desenvolvem em habilidades para uma nova forma de trabalho, que envolve métodos inovadores de resolução de desafios, colaboração e prototipação.

Inovação em SC

Atualmente, Santa Catarina conta com nove Centros de Inovação em operação, cobrindo oito microrregiões. Além disso, outros quatro habitats estão em obra e mais dois em viabilização.

Participaram do painel Alexandre Mori, coordenador de Ciência, Tecnologia e Inovação no Governo de Rondônia; Luana Bayestorff, coordenadora do NIDUS Laboratório de Inovação do Governo de Santa Catarina, e Gabriel Santana diretor executivo da Acate.

Fonte: Governo de Santa Catarina