• 11 de abril de 2022

Safra de pinhão em SC deve atingir mais de 6 mil toneladas em 2022

Iniciada no dia 1º de abril, a colheita do pinhão em Santa Catarina deve ser 25% maior em 2022 em comparação a 2021. Segundo levantamentos feitos por equipes da Epagri junto a agricultores, mais de seis mil toneladas da semente devem ser colhidas neste ano. 

Painel é o município catarinense com maior produção de pinhão. Lá, a expectativa é que sejam colhidas entre mil a 1,5 mil toneladas da semente, mais do que as 800 toneladas colhidas no ano passado.   

— O município produz mais que isso, mas não consegue colher tudo porque falta mão de obra. A atividade é familiar e a coleta fica a cargo dos jovens, pois é necessário para subir nas árvores para retirar a pinha — explica o extensionista rural da Epagri, César Oliveira de Arruda.

César afirma ainda que os produtores de pinhão que são donos das terras conhecem as árvores e sabem o ponto de maturação das pinhas. Isso permite que a colheita ocorra na data certa e garante um pinhão maduro, com sabor diferenciado e mais valorizado.

Segundo a Epagri, no início da safra, o preço pago ao produtor é de cerca de R$ 4,50 o quilo. Pelo fato de a demanda estar maior do que a colheita, pode ocorrer o aumento do preço nas próximas semanas, mas a tendência é de que o valor se estabilize entre o final de abril e a primeira quinzena de maio, quando a oferta será maior.

— Nossos produtores vão trabalhar de forma intensiva para colher o máximo que podem — afirma César Oliveira.

Fonte: Rádio Videira