• 7 de agosto de 2022

Benefício emergencial aos caminhoneiros começa a ser pago nesta terça-feira

A partir de terça-feira (9), os caminhoneiros com CPF válido e cadastrados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas até o dia 31 de maio de 2022, na modalidade “ativo”, começam a receber as primeiras parcelas do benefício emergencial aos transportadores autônomos de carga.

O Benefício Caminhoneiro-TAC terá validade até 31 de dezembro e será pago em seis parcelas mensais, no valor de R$ 1 mil. Entretanto, nesta terça-feira (9), os caminhoneiros vão receber duas parcelas, referentes aos meses de julho e agosto. Os lotes seguintes estarão disponíveis para pagamento no dia 24 de setembro, 22 de outubro, 26 de novembro e 17 de dezembro.

Benefício aos taxista

Já os taxistas, que também terão direito a um benefício, vão receber as duas primeiras parcelas, referentes a julho e agosto, no dia 16 de agosto. O valor é o mesmo dos caminhoneiros, R$ 1 mil, totalizando R$ 2 mil no dia 16.

O Ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, informou que o governo pediu auxílios às prefeituras para identificar os motoristas aptos a receber o valor. “Nós recorremos às prefeituras para identificarmos os possíveis beneficiados e já temos mais de 300 mil taxistas cadastrados”.

Os benefícios serão pagos aos caminhoneiros e taxistas para enfrentar o estado de emergência decorrente da elevação do preço do petróleo, combustíveis e seus derivados e dos impactos sociais deles decorrentes. A proposta faz parte da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Benefícios Sociais.

Atestado médico online

Durante entrevista, o ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, lembrou também que os segurados da Previdência Social que precisam passar por perícia médica poderão cadastrar a documentação médica por meio do aplicativo “Meu INSS”. Desta forma, a avaliação do atestado poderá ser feita remotamente por perito médico federal.

A novidade passou a valer em 29 de julho deste ano. “Com os atestados que o cidadão colocou no sistema do INSS, o médico, a distância, vai fazer a análise e vai poder fazer a concessão do benefício”, explicou. A medida vale para benefícios com validade de até 3 meses. Acima disso, a perícia precisa ser presencial.

*Com informações da Agência Brasil.

Fonte: ND Mais

Fique ligado nos conteúdos!

Receba atualizações, dicas, artigos e conteúdos especiais com prioridade!

Anuncie sua Empresa

Contrate uma assinatura e publique um selo para anúncio*