• 28 de julho de 2022

Acesso a serviços municipais pela Internet cresce 72% em 2022

O primeiro semestre de 2022 registrou crescimento de 72% no número de acessos aos serviços públicos municipais oferecidos de forma digital. Isso inclui desde a emissão de guias de IPTU até o encaminhamento de pedidos de liberação de obras e abertura de empresas, entre outros. Mesmo após a pandemia, as pessoas optaram pela Internet para fazer mais de 58,5 milhões de solicitações de serviços via site ou aplicativo. No mesmo período de 2021, o número de serviços solicitados ficou em 34 milhões.

Os dados são de levantamento da IPM Sistemas, especializada no desenvolvimento de tecnologia em nuvem para a gestão pública, que atua nos três estados do sul, em São Paulo e em Minas Gerais.

O uso de tecnologia na gestão pública será um dos temas do Congresso de Municípios, Associações e Consórcios (COMAC), realizado pela Federação de Consórcios, Associações e Municípios de Santa Catarina (FECAM). O evento, de 9 a 11 de agosto, em São José, reunirá gestores de todo o estado para discutir soluções para a gestão pública municipal. A transformação digital na prestação de serviços públicos será tema de painel, assim como assistência social, educação e licenciamento ambiental.

Pioneira em cloud computing e SaaS para gestão pública municipal, a IPM Sistemas vai apresentar soluções inovadoras com tecnologia 100% em nuvem, que facilitam a oferta de serviços públicos e são um pilar das cidades inteligentes. “A digitalização não é um fenômeno restrito a uma ou outra área. As pessoas estão, cada vez mais, interessadas em usar a tecnologia a seu favor – e isso serve também para o serviço público. Os gestores públicos precisam estar atentos a isso. Principalmente porque, além dos vários benefícios visíveis para o cidadão, há ganhos ainda mais importantes de eficiência, controle de informação, aumento de receitas e redução de despesas”, diz o gerente de relações institucionais da IPM, Sedi Zanella.

Comodidade, segurança, eficiência e facilidade de acesso são alguns dos pontos apontados pelos especialistas para explicar a alta na demanda pelo atendimento on-line, um fenômeno visto em todo o País. A quarta edição do Painel TIC Covid, produzido pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação, mostra que 85% dos brasileiros que acessam a Internet relataram usar algum serviço do governo eletrônico nos 12 meses anteriores à pesquisa. Em 2019 a proporção era de 68%.

Fonte: Rádio Videira

Fique ligado nos conteúdos!

Receba atualizações, dicas, artigos e conteúdos especiais com prioridade!

Anuncie sua Empresa

Contrate uma assinatura e publique um selo para anúncio*