fbpx
  • 2 de agosto de 2020

3 tendências da tecnologia que devem ganhar força durante e após a pandemia

O mundo está mudando e, com ele, a tecnologia que nos cerca. Entenda o que deve se manter mesmo após o fim da pandemia

Para o mundo inteiro, muita coisa mudou em 2020. Provavelmente neste momento você está em casa ou, então, veste uma máscara enquanto trabalha, mantendo um nível sem precedentes de atenção à higienização pessoal e do ambiente a sua volta.

Mas não foi só o cuidado com a sanitização que mudou com a pandemia. Diversos setores da economia vão ser inevitavelmente afetados e, ao que tudo indica, a crise causada pelo novo coronavírus será um divisor de águas do nosso século, mudando a forma como consumimos, trabalhamos e nos relacionamos com tudo à nossa volta.

— Além de todas as questões complexas que envolvem a perda de vidas e o cenário econômico conturbado, tem um ponto que podemos considerar positivo nessa turbulência. Avanços que já estavam em curso há algum tempo, mas que demorariam muito para serem colocados em prática em larga escala, principalmente pela resistência das pessoas em aceitar o novo, passaram a fazer parte da vida de muitas pessoas e empresas de um dia para o outro — destaca o Diretor de Desenvolvimento da Senior Sistemas, Carlos Valle.

1 – Home office

Já faz tempo que o home office faz parte da rotina das empresas mais disruptivas do mercado, tanto em período integral quanto esporádico. Mas com a chegada da pandemia, o trabalho remoto passou a ser uma escolha natural e até inevitável, mesmo para as empresas mais tradicionais, que nem cogitavam aderir a essa modalidade de trabalho.

Para as empresas que adotaram o home office em 2020, as vantagens relatadas não foram poucas. É perceptível o aumento da satisfação geral de colaboradores, que se viram livres do trânsito e passaram a ter mais tempo para cuidar da casa, curtir a família e cuidar da própria saúde.

Mas há benefícios também para as empresas, que perceberam que o home office permite contratar os melhores colaboradores do mercado, mesmo que estejam em outra cidade, estado ou país. Outro ponto positivo é a redução de custos operacionais e do dia a dia do escritório.

Com o intuito de reduzir ainda mais as despesas, já há empresas abrindo mão de escritórios físicos e adotando o home office como padrão de trabalho. É claro que nem todas podem – ou querem – caminhar nessa direção, mas o fato é que, ao que tudo indica, o home office ou mesmo o trabalho híbrido deve se fortalecer cada vez mais nos próximos anos.

2 – Transformação Digital

Já se falava muito sobre transformação digital, mas o fato é que a pandemia acelerou a necessidade de fundir os mundos físico, digital e biológico por meio da da tecnologia. Segundo Carlos Valle, a tecnologia estará cada vez mais presente no cotidiano de todos e também nos modelos de negócios.

— Vejo que o coronavírus trará para toda a sociedade uma nova relação com a tecnologia. A ideia de “build for change”, de construirmos nossas empresas para mudarem rapidamente, ganha muita força. A pandemia mostrou de maneira definitiva o quanto os planos podem ser inúteis e até perigosos quando acontece uma mudança repentina de cenário. A capacidade de se adaptar rapidamente, de mudar passa a ser o elemento essencial e, neste contexto, não é possível prescindir da tecnologia — explica o Diretor de Desenvolvimento da Senior, Carlos Valle.

Se antes a digitalização dos processos da empresa era importante, agora, ela se tornou imprescindível para a sobrevivência do negócio. A transformação digital deixou de ser um processo gradual e passou a ser algo urgente.

3 – Inteligência Artificial

A inteligência artificial já vem sendo amplamente usada para facilitar o dia a dia das pessoas e empresas, solucionando problemas e automatizando tarefas de forma rápida e eficiente. Mas as tecnologias que fazem uso de IA devem ganhar versões cada vez mais acessíveis e serem aliadas indispensáveis em crises de saúde como a que estamos vivendo.

— Ao longo do tempo, por exemplo, podemos ter outras pandemias como essa. Como se precaver e pensar em alternativas antes do problema acontecer? Como lidar com este volume absurdo de dados, estratificar, analisar, compreender e traçar cenários de maneira rápida e assertiva? A IA está aí para contribuir com isso — afirma Valle.

Na luta contra a Covid-19, sistemas que fazem uso de Inteligência Artificial já estão sendo utilizados para, por exemplo, fazer o mapeamento dos epicentros de contaminação, o acompanhamento remoto de possíveis pacientes contaminados e até análise de dados para prever um novo pico de contaminações.

Segurança: tecnologia une reconhecimento facial e medição de temperatura no acesso às empresas

Para além da área da saúde, muitos outros setores podem aproveitar tudo o que a IA tem para oferecer. Assistentes virtuais podem ser criados para facilitar a rotina de trabalho em diferentes segmentos empresariais e tornar processos como atendimento ao cliente, vendas, gestão organizacionais e até a gestão de Recursos Humanos mais prática e eficiente.

RH pelo WhatsApp

Um exemplo de inteligência artificial aplicada à área de RH é a Sara, assistente virtual desenvolvida pela Senior Sistemas para permitir que os colaboradores das empresas tenham acesso às suas informações por meio do WhatsApp, a qualquer momento do dia e em qualquer dia da semana.

— A Sara tem o propósito de transformar a experiência dos colaboradores, otimizando processos e democratizando a informação do RH. Com o trabalho remoto se tornando realidade, esse tipo de solução faz a diferença tanto para os colaboradores, quanto para a equipe de RH, que pode focar sua energia nas atividades de maior valor agregado — destaca Head de Produto de Gestão de Pessoas da Senior, Ricardo Kremer.

Nos últimos meses, com muitas empresas adotando o home office, o uso da Sara no Whatsapp cresceu exponencialmente. Entre os recursos que oferece, o sistema permite que o colaborador acesse dados, tire dúvidas sobre salários, consulte saldo de férias, acesse feedbacks e acesse a folha de pagamento.

Busca pelo equilíbrio

A tecnologia deve ocupar um papel cada vez mais importante na rotina de todos. O desafio será buscar um equilíbrio neste novo mundo que está em constante desenvolvimento.

— Acredito que o coronavírus facilitará a exponencialidade a tecnologia sim, mas acredito também que as pessoas entenderão cada vez mais o limite entre o mundo digital e o real nas suas vidas pessoais. E esse equilíbrio pode nos levar para a evolução que o mundo precisa, no âmbito econômico e de sustentabilidade — finaliza Valle.

Fonte: NSC

Venda com o Dia dos Pais

Aprenda os segredos para alcançar mais clientes facilmente.

Fique ligado nos conteúdos!

Receba atualizações, dicas, artigos e conteúdos especiais com prioridade!

Anuncie sua Empresa

Contrate uma assinatura e ganhe 3 meses de selo para anúncio*